From 1 - 10 / 1394
  • Mapa da malha viária do Município de Theobroma - RO, com especificação da quilometragem levantada durante os trabalhos de campo, executado com GPS Topográfico no período de compreendido entre os anos de 2004 e 2009.

  • Categories      

    Fornecido gratuitamente para download pelo Consórcio de Informação Espacial(GIAR-CSI) com a resolução de 90 metros(3-arco segundo). A metodologia utilizada para correção do dado foi a descrita por Reuter et all(2007). O dado foi projetado com o datum horizontal WGS 84 e datum vertical EGM96. Para obtenção do dado original sem recortes, acessar o site da GIAR-CSI.

  • Categories      

    Fornecido gratuitamente para download pelo Consórcio de Informação Espacial(GIAR-CSI) com a resolução de 90 metros(3-arco segundo). A metodologia utilizada para correção do dado foi a descrita por Reuter et all(2007). O dado foi projetado com o datum horizontal WGS 84 e datum vertical EGM96. Para obtenção do dado original sem recortes, acessar o site da GIAR-CSI.

  • Mapa planimétrico feito com as bases do SIPAM/IBGE e Carta-Imagem feita com imagem Landsat de 2007, ambos em escala 1:450.000.

  • Mapa da malha viária do Município de Ji-Paraná - RO, com especificação da quilometragem levantada durante os trabalhos de campo, executado com GPS Topográfico no período de compreendido entre os anos de 2004 e 2009.

  • A Malha Viária Digital do Estado de Rondônia representa, atualmente, a informação mais atualizada sobre as vias de acesso do Estado. O projeto foi desenvolvido em parceria pelo Sistema de Proteção da Amazônia - SIPAM, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE/EU/RO, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - INCRA/SR/17, Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral - SEPLAN/RO e Departamento de Estradas de Rodagem de Rondônia – DER/RO. O levantamento da malha viária contemplou, de forma precisa, o traçado representativo cartográfico e a identificação das estradas. Os trechos pavimentados e não pavimentados foram separados. O trabalho compreendeu também a obtenção e sistematização de informações acerca de pontos e/ou locais de referência, tais como postos de combustíveis, lanchonetes, escolas, postos de saúde, povoados, lugarejos, pontes sobre alguns rios e igarapés. Neste caso, para os pontos levantados optou-se pelo uso da denominação conhecida em campo. A utilização da Malha Viária Digital do Estado de Rondônia favorece os trabalhos de georreferenciamento de imagens por satélite e pode auxiliar futuros trabalhos de correção na representação cartográfica de limites municipais. O banco de dados resultante do projeto se constitui num importante suporte para o planejamento e realizações de operações de campo. O levantamento executado teve início no ano de 2004. Obviamente, considerando o intervalo entre os anos de início e conclusão dos trabalhos, certamente devem existir novos elementos que não estão representados nesta versão. Deste modo, fica a cargo das Prefeituras Municipais e demais órgãos parceiros informar eventuais atualizações a serem feitas, principalmente no tocante a estradas construídas ou pavimentadas recentemente, bem como em relação à existência de estradas não levantadas. Foram levantados alguns trechos da malha viária urbana, porém não foi o objetivo principal deste projeto. Portanto, é importante esclarecer que os trabalhos de campo concentraram-se na zona rural dos municípios.

  • A Malha Viária Digital do Estado de Rondônia representa, atualmente, a informação mais atualizada sobre as vias de acesso do Estado. O projeto foi desenvolvido em parceria pelo Sistema de Proteção da Amazônia - SIPAM, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE/EU/RO, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária - INCRA/SR/17, Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral - SEPLAN/RO e Departamento de Estradas de Rodagem de Rondônia – DER/RO. O levantamento da malha viária contemplou, de forma precisa, o traçado representativo cartográfico e a identificação das estradas. Os trechos pavimentados e não pavimentados foram separados. O trabalho compreendeu também a obtenção e sistematização de informações acerca de pontos e/ou locais de referência, tais como postos de combustíveis, lanchonetes, escolas, postos de saúde, povoados, lugarejos, pontes sobre alguns rios e igarapés. Neste caso, para os pontos levantados optou-se pelo uso da denominação conhecida em campo. A utilização da Malha Viária Digital do Estado de Rondônia favorece os trabalhos de georreferenciamento de imagens por satélite e pode auxiliar futuros trabalhos de correção na representação cartográfica de limites municipais. O banco de dados resultante do projeto se constitui num importante suporte para o planejamento e realizações de operações de campo. O levantamento executado teve início no ano de 2004. Obviamente, considerando o intervalo entre os anos de início e conclusão dos trabalhos, certamente devem existir novos elementos que não estão representados nesta versão. Deste modo, fica a cargo das Prefeituras Municipais e demais órgãos parceiros informar eventuais atualizações a serem feitas, principalmente no tocante a estradas construídas ou pavimentadas recentemente, bem como em relação à existência de estradas não levantadas. Foram levantados alguns trechos da malha viária urbana, porém não foi o objetivo principal deste projeto. Portanto, é importante esclarecer que os trabalhos de campo concentraram-se na zona rural dos municípios.

  • Categories      

    O SIPAMCidade é um programa do CENSIPAM que busca integrar as iniciativas desenvolvidas por seus Centros Regionais, visando fornecer às prefeituras municipais amazônicas um instrumento de apoio ao planejamento municipal. O SIPAMCidade oferece aos planejadores municipais um banco de dados composto por uma base cartográfica digital que contém informações temáticas individualizadas por município, e um programa de capacitação que visa estimular o uso da geotecnologia, como apoio a implementação das politicas publicas, na Amazônia Legal Brasileira.

  • Categories      

    O SIPAMCidade é um programa do CENSIPAM que busca integrar as iniciativas desenvolvidas por seus Centros Regionais, visando fornecer às prefeituras municipais amazônicas um instrumento de apoio ao planejamento municipal. O SIPAMCidade oferece aos planejadores municipais um banco de dados composto por uma base cartográfica digital que contém informações temáticas individualizadas por município, e um programa de capacitação que visa estimular o uso da geotecnologia, como apoio a implementação das politicas publicas, na Amazônia Legal Brasileira.

  • Categories      

    O SIPAMCidade é um programa do CENSIPAM que busca integrar as iniciativas desenvolvidas por cada um dos seus Centros Regionais com o objetivo de fornecer às prefeituras municipais da Amazônia Legal um instrumento de apoio ao planejamento municipal, facilitando a tomada de decisões, com vistas ao progresso socioeconômico e ambiental dos municípios, e a conseqüente melhoria na qualidade de vida de suas populações. O SIPAMCidade oferece aos planejadores municipais um banco de dados composto por uma base cartográfica digital que contém informações temáticas individualizadas por município, e um programa de capacitação que visa estimular o uso de geotecnologias e a utilização/manipulação do software TerraView, que é um software livre de tecnologia nacional e de fácil manuseio, escolhido para operacionalizar o SIPAMCidade. À medida que as prefeituras atualizarem os dados municipais e os repassarem para o SIPAM poderão estar permanentemente realimentando o Sistema com novos dados e gerando novas informações. Esse processo de intercâmbio de informações permite ao Sistema de Proteção da Amazônia - SIPAM atingir sua missão, que é integrar informações e gerar conhecimento atualizado para articulação, planejamento e coordenação das ações na Amazônia Legal, usando inclusão social, proteção e desenvolvimento sustentável.